Copa Libertadores, Grandiosa e violenta

libertadores logo

Todo fã de futebol latino-americano aprecia a Copa Libertadores da América. O principal evento Sul-Americano de futebol é admirado por muitos países da América e por que não, apreciado em outros continentes também.

Eu particularmente gosto de assistir os jogos da Libertadores, ver o meu time jogar, ir no estádio de vez enquanto, sentir a alegria e emoção desse campeonato que tem um espírito 100% latino, onde o futebol é mais truncado, mais disputado, mais raça, mais força e bem mais difícil, se diferenciando  do tradicional e belo futebol europeu.

Torcida SP

Porém a Libertadores a cada ano que passa sempre tem suas laranjas podres. Onde já se viu precisar da policia proteger um jogador com escudo para ele poder bater um escanteio? Isso faz parecer para os outros continentes que a torcida latino-americana são um bando de selvagens e sem raciocínio;  Que esquecem ou não enxergam que futebol é um esporte, uma coisa para lazer e divertimento, não para matar e morrer, procura brigas ou agir com violência. Isso entristece os bons amantes de futebol. O comportamento das torcidas e violência excessiva nos estádios nos fazem apenas sentir vergonha do nosso continente levando uma imagem ruim la pra fora  e impedindo de muitas pessoas irem no estádio e apreciar uma partida de perto por sentirem medo ou insegurança.

Há anos venho reparando brigas dentro e fora de campo no futebol latino, nunca toma jeito ou tem melhora. O comportamento ridículo das torcidas, a violência , o confronto com a policia, e também briga entre os jogadores dentro do próprio gramado (que deveriam servir de exemplo para os torcedores) acontecem em todas as edições, não só na Copa Libertadores, como também em campeonatos nacionais da América latina.

Nessa ultima quarta-feira foi a gota-d’água, onde deve se colocar um basta nessa intolerância dos torcedores Sul-Americanos, não a maioria, e sim uma minoria, agem como um bando de selvagens irracionais.

No duelo entre San José 1×1 Corinthians na ultima quarta-feira a noite, pela primeira rodada do torneio, um torcedor do San José faleceu devido a um foguete que acertou o seu olho. Esse foguete partiu da direção da torcida do Corinthians após a comemoração do primeiro gol do Corinthians na partida. O adolescente de apenas 14 anos morreu devido a irresponsabilidade da torcida do Corinthians e também pela falta de competência da Conmebol, que deveria proibir um objeto desses em estádios Sul-americanos e ser mais competentes na fiscalização de torcedores no momento da entrada.

Após a confirmação que o foguete realmente partiu da direção da torcida corintiana, 11 torcedores do Corinthians foram presos para esclarecer os fatos e achar o culpado pelo incidente.

Enquanto isso a Conmebol, que é o órgão responsável pelo futebol Sul-americano, já deu sua punição ao Corinthians pela atitude de sua torcida, que jogará a libertadores agora com portões fechados, ou seja, os jogos vão se realizar sem a presença da torcida no estádio.

Torcida

É triste para os torcedores de bem, que vão ao estádio para apoiar seu time de forma civilizada e correta  e os que já compraram o ingresso pros jogos das próximas rodadas tenham que pagar devido ação desses mínimos torcedores, mas particularmente achei foi uma boa ação da Conmebol, que é famosa por não ter competência suficiente para dar uma punição firme e concreta. Tanto é que o futebol Sul-americano é do jeito que é,meio “bagunçado” , diferente do futebol europeu que é exemplo de segurança,  conforto e qualidade.

Agora imaginem como seria assistir um jogo a poucos metros do gramado, ver os craques do seu time de pertinho; Ir no estádio com o seu filho pequeno, sua esposa, seu avô ou mesmo com amigos e não ter que se preocupar com segurança; Ir num jogo em dia de Clássico e não ter que se preocupar em briga de torcidas organizadas ou evitar tal lugar de porque há concentração da torcida adversaria próxima  Bem isso por enquanto é apenas um sonho, é um fato que pode se melhorar e seguir o exemplo do futebol europeu, que era parecido com o que é hoje aqui na América do Sul, mas foram aplicadas leis e punições de peso,e também foi  implantada a segurança dobrada nos estádios, mudando completamente esse cenário e se tornando um espetáculo completo dentro e fora de campo.

Sonhos a parte, seria bom que o futebol latino chegasse a esse patamar, ou próximo  que a Conmebol agora comece a abir os olho; Que seja mais severa com o comportamento de torcedores e times, pois o futebol latino é bonito de se assistir quando não se tem confusão, e a qualidade do torneio merece estar a altura do grande futebol Sul-americano que revelou os melhores jogadores da historia do futebol.

Que de agora pra frente todos aprendam a lição,especialmente a torcidas brasileiras e argentinas que são as mais violentas, e que essa trágica realidade do futebol Sul-americano desapareça, que os estádios sejam mais seguros e tranquilos e que o torcedor vá aos estádios para apenas uma motivo; Torcer pelo seu time.

Anúncios